25Junho2019

NOTÍCIAS SAÚDE 900 milhões de pessoas no mundo poderão ter surdez até 2050

farmacias-de-plantao

900 milhões de pessoas no mundo poderão ter surdez até 2050

Entre as principais razões para estes dados alarmantes, estão algumas infecções

900-milhes-de-pessoas-no-mundo-podero-ter-surdez-at-2050

Janelas com vedação podem impedir que poluição sonora atrapalhe a rotina dos moradores de grandes centros e acarrete em problemas de saúde. Segundo estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano de 2050, cerca de 900 milhões de pessoas em todo o mundo poderão vir a ter surdez. Entre as principais razões para estes dados alarmantes, estão algumas infecções, o uso excessivo de remédios e a exposição a sons muito altos.


Fique EM DIA com notícias relacionadas à SAÚDE.

Alta temperatura pode ocasionar derrame, arritmia cardíaca e queda de pressão

Saiba quais as vacinas que devem ser tomadas antes de viajar


E justamente por ser invisível, esta poluição sonora pode ser um dos maiores vilões do mundo moderno para a saúde auditiva. Normalmente originados de vizinhos, do trânsito intenso ou mesmo pela proximidade com estações de metrô, trens e aeroportos, o som pode ultrapassar os 90 decibéis, sendo que o limite seguro para som contínuo é de 50 decibéis, segundo estudo realizado pela Associação Brasileira para Qualidade Acústica.

Segundo a pesquisa, quem permanece entre as avenidas Paulista, 23 de Maio e 9 de Julho, na capital paulista, no horário de pico, pode enfrentar barulhos que ficam entre 86 e 95 decibéis. Na maioria dos casos, todo este excesso sonoro tem uma porta de entrada nos lares: as janelas.

Na tentativa de minimizar os efeitos causados pelo som incontrolável que vem da rua, as janelas acústicas estão se tornando grandes aliadas nessa busca constante por melhores condições de saúde e conforto.

O que é poluição sonora?

Ao contrário das poluições tradicionais, a sonora ocorre quando um determinado som altera o ambiente e a condição normal de audição. Apesar de possuir um menor raio de ação e não ser transportado por fontes naturais, o ruído excessivo pode causar diversos danos ao corpo e à qualidade de vida.

O que pode acontecer?

Por ser imperceptível, pode causar prejuízos de longo prazo à saúde. Pessoas que ficam expostas a ruídos muito acima do recomendável, por exemplo, não demoram a apresentar sintomas: os mais frequentes são os auditivos, além de dor de cabeça, irritação, tontura, stress, surdez, agressividade, perda de atenção, concentração e insônia. Um sinal de alerta é a necessidade de aumentar a televisão mesmo quando o volume já perceptivelmente alto, ou a dificuldade de se concentrar em um único som quando há outros por perto.

Qual o limite de decibéis que o ser humano suporta?

Segundo OMS, o nível de ruído recomendável para a audição é de até 50 decibéis (dB). Porém, a partir de 76 dB podem ocorrer problemas à saúde. Após receber uma potência de 100 dB, a pessoa está sujeita a um trauma auditivo que pode acarretar na surdez. Já em 120 dB, lesões do nervo auditivo podem ocorrer, provocando um zumbido constante nos ouvidos, além de tonturas. Ainda mais alto, a 140 dB pode levar a destruição total e o estouro do tímpano.

Como evitar dentro de casa?

A atitude correta para evitar os transtornos causados por ruídos inoportunos é promover o tratamento e isolamento acústico da residência já na fase de construção. Isso pode ser feito com a utilização de janelas no tamanho perfeito para o espaço reservado. Uma boa solução é a utilização de janelas que permitam o isolamento total ou parcial dos ruídos externos.

A vedação sonora correta de um ambiente ou mesmo de uma residência inteira pode impedir que o som se propague entre os ambientes, garantindo mais privacidade nos espaços internos. Outra precaução a ser tomada é a redução do volume dos aparelhos domésticos, como som e TV.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.