13Dezembro2018

NOTÍCIAS SAÚDE Cesáreas atinge níveis alarmantes e bebês podem apresentar alterações na saúde
whatsSap-do-portal-novo-numero

farmacias-de-plantao

Cesáreas atinge níveis alarmantes e bebês podem apresentar alterações na saúde

No país, partos cirúrgicos são mais da metade dos nascimentos

Cesreas-atinge-nveis-alarmantes-e-bebs-podem-apresentar-alteraes-na-sade

A quantidade de cesarianas atingiu níveis alarmantes em todo o mundo. É isso o que aponta um recente estudo realizado em 169 países. No Brasil, as cirurgias passam a metade dos nascimentos, quando o indicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é entre 10% e 15% do total.


Fique EM DIA com notícias relacionadas à SAÚDE.

Psoríase não tem cura e pode ser agravada por roupas e bijuterias

Diagnóstico precoce do câncer de próstata ajuda a preservar fertilidade masculina


"A cesariana tem um papel fundamental quando é necessária. O que os órgãos mundiais alertam é para a quantidade enorme de cirurgias sem necessidade. O parto normal é a melhor opção para a mãe o bebê e a cesariana só deve ser realizada quando ele não for possível”, comentou a ginecologista e obstetra Aline Forattini.

Pesquisas apontam que os bebês que nascem através de cesarianas ditas "desnecessárias" podem ter pequenas alterações na saúde, como uma maior dificuldade na amamentação. Para as mães, há o risco relacionado a qualquer cirurgia, além de cicatrizes no útero, sangramentos e complicações em partos nas próximas gestações. "A cesariana é uma cirurgia que, quando bem indicada, salva vidas, mas ela não deve ser a principal forma de nascer. Este título deve pertencer ao parto vaginal", completou.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.