22Outubro2018

NOTÍCIAS GERAL Exposição com fotos e vídeos em realidade virtual chega a Linhares
e-mailmarketing082015

farmacias-de-plantao

Exposição com fotos e vídeos em realidade virtual chega a Linhares

Promovida pela Fibria, a mostra reúne imagens e vídeos gravados em 360º

Exposio-com-fotos-e-vdeos-em-realidade-virtual-chega-a-Linhares-01

A exposição “A Floresta sob um Novo Prisma” desembarca nesta sexta-feira (25/05) em mais uma cidade capixaba. Desta vez, a mostra, que apresenta a floresta plantada sob um novo ponto de vista, será apresentada em Linhares, no Shopping Pátio Mix, onde ficará por dez dias. Com imagens do reconhecido fotógrafo Araquém Alcântara e vídeos de realidade virtual em 360º que permitem uma experiência interativa, o evento é uma iniciativa da Fibria e faz parte da celebração dos 50 anos de atividades da compania no Espírito Santo.


Fique EM DIA com notícias relacionadas à GERAL.

BR 101 fechada em Linhares por causa de Protesto de caminhoneiros

Protesto de caminhoneiros contra o preço dos combustíveis deixa BR-101 interditada


A mostra, lançada em junho do ano passado, já foi vista por 60 mil pessoas no Brasil e exterior, passando por Vitoria, Cachoeiro de Itapemirim e Aracruz (ES); Teixeira de Freitas (BA); Londres (Inglaterra); e Xangai (China).

Para registrar a diversidade da floresta, Araquém Alcântara, que é um dos principais especialistas brasileiros em retratar a natureza, percorreu aproximadamente 5 mil quilômetros em 12 municípios capixabas e quatro baianos. O resultado da expedição está reunido em 40 fotografias, que retratam a Mata Atlântica, as aves, os mamíferos, as comunidades tradicionais e os produtores rurais nas áreas onde a Fibria atua.

“Esse projeto mostra com muita sensibilidade como o território sob influência de nossas atividades é conectado e possui uma ligação sistêmica entre regiões, comunidades tradicionais, empresa e o meio ambiente. A floresta gera riquezas, compartilha histórias e tem uma fauna e flora pulsantes”, afirma o presidente da Fibria, Marcelo Castelli.

Além de belas fotos, a exposição conta com vídeos em 360º, em realidade virtual (VR). Em um jipe cenográfico, os visitantes podem acompanhar, em uma imersão quase real, possibilitada por óculos com tecnologia VR, atividades como a retirada de favos de mel de colmeias em florestas de eucalipto, o plantio de mudas nativas de Mata Atlântica e a produção de alimentos por parte de agricultores familiares, entre outras experiências.

Outro detalhe da exposição é a interação que o visitante pode ter com algumas fotos. Cinco imagens da mostra têm suas histórias aprofundadas por meio de vídeos narrados pelos próprios protagonistas das fotos. Com isso, o visitante pode conhecer melhor o universo registrado pelas lentes do fotógrafo Araquém Alcântara.

A mostra fotográfica tem outra particularidade: três fotos expostas contam com a técnica de audiodescrição, que possibilita que pessoas com deficiência visual possam interagir com as imagens. O trabalho foi desenvolvido pela audiodescritora Letícia Schwartz, que tem vasta experiência no desenvolvimento desse tipo de conteúdo.

As fotos também foram reunidas em um catálogo, com 20 imagens adicionais não publicadas na exposição, cujo prefácio é do jornalista e acadêmico José Antônio Martinuzzo, professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). A publicação estará disponível na exposição para os visitantes em um totem com tela touch.

Todas as estruturas da iniciativa, incluindo as de sustentação das fotos, que são inspiradas em figuras prismáticas, são feitas em madeira de eucalipto produzida a partir de plantios 100% renováveis.

Serviço:

Exposição “A Floresta sob um Novo Prisma”

Visitação gratuita

Local: Corredor da loja Los Neto, no Shopping Pátio Mix

Endereço: Av. Avenida Cerejeiras, 300 - bairro Movelar, Linhares

Data: 25/05 a 03/06, durante o horário de funcionamento do shopping.


Exposio-com-fotos-e-vdeos-em-realidade-virtual-chega-a-Linhares-03

Alba Batista Nascimento, presidente da Associação de Agricultores da Comunidade Quilombola Dilô Barbosa, em São Mateus (ES). A propriedade da Alba fica no maior recuo de plantios da Fibria, onde 28 hectares de terras foram cedidos a agricultores familiares. Ela é uma das participantes do Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT). Este programa adota metodologias que priorizam o diálogo entre as partes interessadas, com o objetivo de fortalecer as organizações comunitárias e a formação de redes. Para isso, o PDRT atua com três premissas: investimento na capacidade de seus participantes equacionarem demandas sociais, ambientais e econômicas; planejamento participativo; e utilização de tecnologias adaptadas ao contexto local.

Exposio-com-fotos-e-vdeos-em-realidade-virtual-chega-a-Linhares-02Odete Aparecida Luduvico Calvi, descendente de alemães, que também possui propriedade em Marechal Floriano (ES), é mais uma produtora que encontrou no eucalipto uma nova fonte de geração de renda. Em seu sítio são cultivadas flores de corte em estufas – antúrios e outras plantas tropicais –, vendidas pelo marido, Gelson, em uma feira livre de Vitória (ES). O eucalipto veio para diversificar a produção, dando mais segurança para a família da Odete, pois a venda da madeira para a Fibria é garantida. No Poupança Florestal, a empresa fornece assistência técnica e financia o plantio das árvores. Em contrapartida, os produtores ajudam no suprimento de madeira para a produção de celulose das fábricas da empresa, em um processo em que todos ganham.


Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso.

A companhia possui 1,092 milhão de hectares de florestas, sendo 656 mil hectares de florestas plantadas, 374 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 61 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais no site da Fibria.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.