21Outubro2017

NOTÍCIAS GERAL Qualidade da água do Rio Doce será monitorada em tempo real
e-mailmarketing082015

farmacias-de-plantao

Qualidade da água do Rio Doce será monitorada em tempo real

Os resultados serão transmitidos on-line para o poder público para formar uma rede de informação e alerta

Qualidade-da-gua-do-Rio-Doce-ser-monitorada-em-tempo-real

Todos os resultados medidos pelas 22 estações instaladas serão transmitidos on-line para o poder público formar uma rede de informação e alerta. As informações servem para subsidiar o planejamento preventivo dos principais sistemas de abastecimento público de água, irá servir de base de dados para ações dos órgãos públicos e ser indicadores para acompanhar a recuperação do Rio Doce. O monitoramento automático é realizado por meio de uma estrutura fixa no local de medição, com equipamentos que medem nível d’água e parâmetros meteorológicos, como quantidade de chuva e temperatura do ar.

O trabalho também conta com monitoramento manual: são 55 pontos ao longo da bacia do Rio Doce, desde os diques das barragens em Mariana, em Minas Gerais, até a foz do Rio Doce, em Linhares, no Espírito Santo e 36 pontos no litoral em áreas estuarinas, do litoral Sul do Espírito Santo até o Sul da Bahia.  As estações são parte do Programa de Monitoramento Quali-Quantitativo Sistemático (PMQQS) de água e sedimentos, desenvolvido conjuntamente pela Fundação Renova, órgãos ambientais e agências de água e terá duração de 10 anos.

“É a primeira vez no país que uma bacia hidrográfica tem uma rede de monitoramento e alerta, com análises tão completas da qualidade da água”, ressalta a diretora da ANA, Gisela Forattini.

Para Senisi de Almeida Rocha, presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Manhuaçu e membro do CBH-Doce, as informações em tempo real representam um avanço, que podem orientar nas decisões relacionadas com a gestão das águas dos rios.                                  

Em 21 das 22 estações de monitoramento automático também há coleta manual de dados. A amostragem manual prevê monitoramento mensal da água e de sedimentos com parâmetros como íons, nutrientes, metais totais e dissolvidos, além de indicadores biológicos.

De acordo com a Fundação Renova, esse novo programa de monitoramento da qualidade da água do Rio Doce, transforma essa bacia na mais monitorada do Brasil.

Os órgãos ambientais que participaram do projeto – Agência Nacional de Águas (ANA), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (IEMA), Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH), Instituto Mineiro de Gestão de Águas (IGAM) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) – realizaram em julho uma inspeção em toda a bacia do Rio Doce e aprovaram as estruturas para operar o programa.

Redação Portal Linhares Em Dia 


Fique EM DIA com notícias relacionadas

GERAL

– Duas pessoas morrem afogadas em Linhares

 Cacau de Linhares é escolhido o melhor do Brasil em seletiva internacional


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Curta a página do LINHARES EM DIA no Facebook e siga nosso perfil no Twitter

portal-rodape2

NOTÍCIAS

SERVIÇOS