20Abril2019

NOTÍCIAS ENTRETENIMENTO 'La Casa de Papel' pode ser proibida de usar máscaras na série. Entenda!

farmacias-de-plantao

'La Casa de Papel' pode ser proibida de usar máscaras na série. Entenda!

A Fundação Gala-Dalí quer proibir o uso das máscaras com o rosto do artista, devido a falta de pagamento dos direitos de imagem

La-Casa-de-Papel-pode-ser-proibida-de-usar-mscaras-na-srie.-Entenda

A série La Casa de Papel, exibida pela Netflix desde 2017, ficou famosa pelas máscaras que os personagens principais usam, que imitam o rosto do pintor catalão Salvador Dalí. Porém, por conta de um erro, o objeto, que é um símbolo da série, pode ter o uso vetado.

A Fundação Gala-Dalí quer proibir o uso das máscaras com o rosto do artista, devido a falta de pagamento dos direitos de imagem. A entidade criada em 1983 para proteger o legado do pintor trata o assunto de forma sucinta e misteriosa. “Estamos em vias de regularizar os usos do direito de imagem de Salvador Dalí”, diz em nota.

La Casa de Papel é exibida pela Netflix desde maior de 2017 e conta a história de um grupo de pessoas que atacam a Casa da Moeda da Espanha, vestidos de vermelho e com a máscara, para imprimir 2,4 bilhões de euros em apenas 11 dias.

Para alguns setores da imprensa do país, a Fundação Gala-Dalí está de olho no faturamento. La Casa de Papel é o seriado de língua não inglesa mais assistido da história e rendeu mais de R$ 12,2 bilhões. Os defensores de Dalí negam, “não se trata apenas de uma questão financeira”. Eles ressaltam ainda a exclusividade de gestão cedida pelo governo espanhol sobre os “direitos intangíveis derivados da obra e da pessoa de Salvador Dalí”.

Embora frio e calculista, o órgão sediado em Girona tenta acalmar, mas sem perder a firmeza. “Qualquer pessoa que pretenda exercer ou explorar alguns desses direitos, deve ter a autorização prévia da fundação”. E continua, “se a fundação tomar conhecimento de que esses direitos foram violados, tenta resolver a situação, exigindo a regularização dos usos não autorizados”.

E o impasse não parece estar perto de uma solução. Após a manifestação da Fundação Gala-Dalí, que considera a presença do Netflix um complicador, equipe de criação e produção da série estão batendo cabeça.

Atresmedia e Vancouver Media, responsáveis pela produção do conteúdo, não entram em um consenso sobre os motivos para o não pagamento dos direitos de imagem. A Vancouver culpa os criadores e a direção de arte, “foi levantado se era necessário pedir autorização, mas nossa equipe jurídica disse que não, pois se tratava de uma caricatura”.

Redação Portal Linhares Em Dia 

Com Portal R7


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.


Nos LINKS abaixo, fique EM DIA com as notícias de outras editorias

EMPREGOS | CURSOS | CONCURSOS

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

GERAL

POLÍCIA

POLÍTICA

SAÚDE.