LINHARES E O AGRONEGÓCIO


A agricultura é responsável por grande parte da estrutura social com duas funções distintas: põe o alimento na mesa de muitas pessoas e o salário no bolso de vários trabalhadores. A grande diversidade agrícola proporciona ao município de Linhares produtividade durante o ano inteiro, com destaque para importantes culturas como: o cacau, o café e o mamão.


mamão

CACAU

Lastênio Calmon Júnior em seu livro “Vultos, Fatos & Lendas Linharenses” registra que a primeira muda de cacau plantada em Linhares foi em 1890, mas somente em 1920 é que o cultivo começou a dar sinais de que ganharia muitos adeptos. Logo depois o governo do Espírito Santo subsidiou as primeiras plantações de cacau, cedendo terras aos pequenos produtores e premiando-os com a isenção de impostos durante 10 anos para cada meta atingida.

Hoje, mais de um século depois, muita coisa mudou. Linhares é o maior produtor no Estado; responde por 95% de todo o cacau produzido no Espírito Santo. A queda na produtividade que vinha ocorrendo nos últimos anos, está sendo superada. Em 1982 eram produzidas 14 mil toneladas de amêndoas, caiu para menos de 4 mil toneladas em 2014, porém, com os investimentos em variedades mais resistentes a doenças, Linhares conseguiu produzir 5 mil 700 toneladas de cacau em 2015. A curva ascendente, no entanto, se torna mais lenta por causa da crise hídrica, uma das mais severas dos últimos 40 anos e que deve afetar a produção em 2016. A expectativa é de que até 2020 a produção em Linhares chegue a 10 mil toneladas de amêndoas.


mamão

CAFÉ

O café começou a ser plantado por estas terras em 1940, mas sua história começa 300 anos antes. As primeiras mudas de café vieram para o Brasil em 1727 de forma clandestina. Inicialmente as plantações foram feitas na Bahia, Pará e Maranhão.

Como o resultado foi insatisfatório, as plantações foram levadas para o Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, onde alcançou grande sucesso.

Em pouco tempo o Brasil já viraria o maior produtor de café do mundo e no Espírito Santo a história da bebida escura começava aqui. Não existe registro do local exato onde se iniciou o plantio. Atualmente o Estado é o maior produtor de café do Brasil. Segundo a Companhia Nacional do Abastecimento, CONAB, em 2015, a produção foi de 10,5 milhões de sacas, sendo que a produção do tipo Conilon representou 7,7 milhões de sacas. Durante o ano passado o setor movimentou em valores R$ 2,9 bilhões. O Conilon representou R$ 2,1 bilhões.

Em 2016 a produção foi bastante afetada pela longa estiagem. A falta de mão de obra também é outro desafio. Os produtores enfrentam a falta de trabalhadores de forma mais aguda, porque a mão de obra cafeeira tem um tempo de duração já pré-definido. Durante o plantio não há necessidade de muitos trabalhadores, mas durante a colheita a demanda é grande, porque se passar do tempo, o produtor fica no prejuízo.


mamão

MAMÃO

O mamão é responsável por uma grande fatia das riquezas do setor agrícola de Linhares. Atualmente ele representa cerca de 20% de todo PIB do agronegócio local, gerando somente na produção da fruta, cerca de R$ 55 milhões, segundo dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE. Quando falamos em exportação, temos ainda mais geração de divisas. Em 2015, as exportações de mamão do Espírito Santo geraram lucros de mais de R$ 15 milhões de dólares.

Considerando que Linhares é o grande polo exportador da fruta, temos um valor altamente significativo para a região. A fruticultura é a atividade que mais emprega no município. Temos uma fruta que é uma das grandes propulsoras da nossa economia. Além de todo benefício econômico e social, o mamão leva o nome de Linhares para todo o Brasil e para o mundo. Há mais de 15 anos as empresas locais mantêm os padrões de qualidade reconhecidos internacionalmente..


avicultura

AVICULTURA

Por sua localização estratégica Linhares é uma das mais desenvolvidas e promissoras cidades capixabas. O setor da avicultura tem se beneficiado desse potencial e expandido sua produção na conquista de novos mercados. Fundada em 1976 a Proteinorte Alimentos S/A, conta com um moderno e eficiente parque industria. Com 110 mil m2 de área construída e mais de 800 colaboradores, é pioneira no Norte do Estado na produção e beneficiamento de aves.

Em 2016 a empresa anunciou uma importante parceria que deve levar a mais um salto na produção e oferta de frangos para abate. A Vifrango, com sede em Jaguaré, começa a operar no próximo mês de outubro e deverá aumentar em mais de 400 mil o número de abates de aves por mês na região.

Lançado há mais de 5 anos, o projeto visa o aumento da oferta de aves através de integração com parceiros e produtores rurais da região. A Vifrango é a mais nova parceira desse projeto e contará com o financiamento do Banco do Nordeste para executar a obra com investimentos na ordem de 11 milhões de reais.

Na fase de operação serão 20 empregos diretos e cerca de 50 indiretos. A empresa está localizada no município de Jaguaré, facilitando a logística de entrega das aves que serão abatidas na Proteinorte que fica a menos de 70 quilômetros.

Em outubro já serão alojadas aves nos quatro primeiros galpões e, a partir daí, a cada dois meses, dois novos galpões entrarão em operação, até a conclusão final do projeto que prevê a construção de 24 galpões aviários, cada um com 2.400 metros quadrados e capacidade para alojar 34.000 aves por aviário.