16Dezembro2017

whatsSap-do-portal-novo-numero

farmacias-de-plantao

Linhares é o terceiro município que menos investiu em 2016

Menos de R$ 198 milhões aplicados em investimentos pelas cidades do ES

Linhares--o-terceiro-municpio-que-menos-investiu-em-2016

Levantamento feito pelo anuário Finanças dos Municípios Capixabas, aponta que as cidades investiram R$ 999,6 milhões, em 2016, valor próximo do registrado em 2013, de R$ 975,9 milhões, em valores corrigidos pela inflação, e 16,6% a menos do que aplicado em 2015, que foi de R$ 1,20 bilhão.

A economista, Tânia Villela, explica que o recuo em 2016 foi ocasionado, sobretudo, pela redução de recursos próprios aplicados em obras e equipamentos pelas administrações municipais, que passaram de R$ 983,3 milhões em 2015 para R$ 745,8 milhões, em 2016.

Em termos absolutos, Linhares registrou queda de R$ -23,9 milhões, ficando atrás apenas de Itapemirim com R$ -59,5 milhões e Serra com R$ -33,6 milhões, o município de Anchieta mesmo com as paralisações dos serviços da Mineradora Samarco registrou queda de R$ -23,6 milhões sendo o quarto município a registrar queda em termos absolutos, a capital Vitória teve queda de R$ -22,3 milhões.

O município com o maior corte, em termos percentuais, foi São José do Calçado, de 84,2%, passando de R$ 2,6 milhões, em 2015, para apenas R$ 406,4 mil no ano passado. Dentre os municípios que registraram cortes acima de 60%, Linhares aparece em sexto colocado com -66,2%, atrás de Alto Rio Novo com -81,9%, São Gabriel da Palha -80,4%, Itaguaçu -70,7%, Brejetuba -66,8% e Ecoporanga -64,7%.

De acordo com a economista, as transferências da União, de R$ 125,3 milhões, tiveram variação de apenas 0,5%; e as estaduais, que somaram R$ 48,8 milhões, cresceram 35,6% em relação ao efetuado no ano anterior. “Apesar da alta, as transferências alcançaram níveis bastantes baixos para o padrão histórico. Elas já haviam sido fortemente reduzidas em 2015. Tanto a redução dos recursos próprios quanto os baixos níveis de transferências têm origem na grave crise econômica e fiscal do Estado brasileiro”, finaliza Tânia Vilela.

Na próxima matéria da série dos resultados apresentados pelo anuário Finanças dos Municípios Capixabas 2017, apresentaremos as cidades que meio a toda essa crise ainda conseguiram crescer e investir.

Redação Portal Linhares Em Dia 

Com Anuário Finanças dos Municípios Capixabas


Fique EM DIA com notícias relacionadas

GERAL

– Farmácias e drogarias de plantão em Linhares

 Baleia da espécie jubarte morre encalhada em Urussuquara


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Curta a página do LINHARES EM DIA no Facebook e siga nosso perfil no Twitter

portal-rodape2

NOTÍCIAS

SERVIÇOS