824 30/07/2021 às 12:00

POP Em Dia: Linn da Quebrada se redescobre em seu "Trava Línguas"

Por Julieverson Figueredo

Redação Em Dia ES

Movida por suas próprias indagações, Linn da Quebrada reverbera nova sonoridade em seu segundo disco de carreira
POP Em Dia: Linn da Quebrada se redescobre em seu "Trava Línguas". Foto: Divulgação
"Quem soul eu?" perguntou um dia Linn da Quebrada ao mirar-se no espelho. Ela, que já enviadesceu, foi bixa preta, mulher e bixa travesty, encarou seu reflexo bem de perto e de um jeito diferente. Mirou a si mesma com um olhar nu e de alma crua. "Quem soul eu?", repetiu. E naquele instante soube que para se descobrir, Linn precisaria descobrir não só de onde vinha, mas onde estava. E para onde almeja ir. Seu novo disco, "Trava Línguas", é o ponto de intersecção entre todas essas indagações.
"Trava Línguas foi um processo muito enriquecedor, que me serviu como bússola. Uma bússola apontada para o meu próprio corpo, que fez com que eu tivesse que voltar para mim mesma. Com esse processo, mais uma vez, eu me debruço sobre o próprio processo para além do produto, e nesse processo investigativo eu entendo que para saber quem sou eu, antes que qualquer outra coisa, eu preciso saber de onde eu vim, de onde eu venho, daquelas que vieram antes de mim"
(Linn da Quebrada para o podcast POP Em Dia)



As 11 faixas do projeto apresentam-se como as diferentes possibilidades de fuga e reencontro de Linn consigo mesma. Como um espelho multifacetado, Linn está projetada nos mínimos detalhes ao longo de todo o álbum, cuja produção musical foi compartilhada entre ela, a produtora e DJ BADSISTA e a percussionista Dominique Vieira. 



Acompanhe a entrevista na sua plataforma de streaming favorita

Em "Trava Línguas", Linn colaborou com Luiza Nascim, em “dispara” e Ventura Profana, em “eu matei o júnior”. Das onze faixas que compõem o repertório do disco, sete são de autoria da própria Linn da Quebrada. As exceções são: “amor amor”, que foi escrita por Castiel Vitorino Brasileiro, psicóloga e artista visual capixaba; “dispara”, que traz composição de Luiza Nascim e Dominique Vieira, além da própria Linn; “medrosa”, que trata-se originalmente de falatórios de Stela do Patrocínio (in memoriam); além de “pense & dance”, que é assinada por Linn e Rodrigo Polla.

Os podcasts do Em Dia ES estão disponíveis em todas as plataformas de streaming. Busque por "Em Dia ES" em seu agregador de áudio favorito.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Dennis traz sertanejos para o lançamento do primeiro volume de DVD “O Impossível” Dennis traz sertanejos para o lançamento do primeiro volume de DVD “O Impossível”
  2. 2

    2 - POP Em Dia: Dan Abranches e a liberdade de ser quem se é POP Em Dia: Dan Abranches e a liberdade de ser quem se é
  3. 3

    3 - Mulher de ID - A mente não é linear, muito menos as pessoas Mulher de ID - A mente não é linear, muito menos as pessoas
  4. 4

    4 - Gloria Groove está confirmada no Rock in Rio 2022 Gloria Groove está confirmada no Rock in Rio 2022
  5. 5

    5 - Live do Em Dia ES aborda a situação de violência em Linhares e região nesta quarta-feira ... Live do Em Dia ES aborda a situação de violência em Linhares e região nesta quarta-feira ...
  6. 6

    6 - Lucca e Mateus lançam o single “Me Jogar Na Revoada”, em parceria com a Sony Music Lucca e Mateus lançam o single “Me Jogar Na Revoada”, em parceria com a Sony Music
 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca